Discursivas de Administração Pública para Concursos Públicos

R$ 49,90
ou 3 x R$ 16,63
. Comprar  
112 Questões de provas discursivas de ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – inclui 38 questões acompanhadas do espelho de resposta oficial da banca examinadora.
 
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO DE NOVAS QUESTÕES: ABRIL DE 2020
 
E-Book em PDF – É permitida a impressão.

Excelente material para consultar o histórico de provas discursivas anteriores da área, analisar os assuntos mais cobrados, nível de dificuldade das questões, formato das questões, padrões das bancas examinadoras, etc...
 
GRÁTIS - Atualizações de questões novas por 01 ano da data da compra.
 
O envio é feito por e-mail - 02 dias úteis (cartão de crédito ou débito) ou 03 dias úteis (boleto bancário).
 
Meios de Pagamento: PAGSEGURO, MERCADOPAGO ou PAYPAL – cartão de crédito, cartão de débito ou boleto bancário.
 
ATENÇÃO ! – Não são todas questões discursivas que acompanham o espelho de resposta da banca examinadora, somente aquelas que a banca disponibilizou, o que não ocorre em todos concursos. Este material contem questões com e sem espelhos de respostas, caso deseje um material apenas com espelhos, visite http://www.questoesdiscursivas.com.br/com-respostas-da-banca-ct-24872

Caso tenha provas ou espelhos que não constam em nosso banco de dados, entre em contato que compramos e trocamos.
 
Dúvidas – questoesdiscursivas@gmail.com
 
Exemplos de questões discursivas:

Analista Judiciário - STM - Supremo Tribunal Militar - Ano: 2018 - Banca: CESPE - Disciplina:  Administração Pública - Assunto: Administração Pública - Na trajetória da administração pública brasileira, destacam-se o modelo burocrático, associado ao poder racional-legal, e o modelo gerencialista, representado pela nova administração pública. Discorra sobre os seguintes tópicos, relacionados a esses dois modelos: 1 contextos em que esses modelos surgiram; [valor: 9,00 pontos] 2 propósito de cada um desses modelos; [valor: 9,00 pontos] 3 princípios e práticas norteadores (apresente, ao menos, três para cada modelo). [valor: 20,00 pontos]
 
- Resposta: O modelo burocrático surgiu como oposição a um modelo de administração patrimonialista, que era altamente dependente da figura pessoal do governante e, assim, inseguro para a manutenção do patrimônio do Estado. Com o propósito de garantir eficiência administrativa, a Reforma Burocrática de 1936 adotou a lógica da burocracia weberiana, com parâmetros burocráticos estritos e centralização de atividades. O modelo burocrático era pautado em por formalismo, clareza nas definições hierárquicas, meritocracia, racionalidade impessoal, regras formais padronizadas, igualdade de tratamento de casos semelhantes e clareza na definição das relações de subordinação (Matias-Pereira, 2016). Como princípios norteadores para o modelo burocrático destacam-se: foco no cumprimento de responsabilidades pelos agentes administrativos, obediência dos agentes às regras e procedimentos, adoção de sistemas administrativos formalizados como estratégia para combater o nepotismo e a corrupção, foco no estabelecimento e adoção de processos, adoção de procedimentos claros, formalizados e unificados para a contratação de pessoal e aquisições de bens e serviços pela administração pública e controle de procedimentos. O modelo gerencialista, frequentemente associado à nova administração pública no Brasil, por sua vez, surgiu em oposição aos resultados insatisfatórios obtidos com a adoção das práticas associadas ao modelo burocrático — formalismo excessivo, baixa produtividade e elevado índice de insatisfação dos cidadãos quanto aos serviços públicos ofertados. Assim, trata-se de uma iniciativa gerada com o propósito de promover descentralização das atividades do Estado, autonomia para a gestão e ênfase na qualidade da prestação de serviços públicos por meio da incorporação de práticas típicas da gestão corporativa com busca da eficiência administrativa. Destaca-se, ainda, seu propósito para reduzir custos e tornar mais eficiente a administração dos serviços sob a responsabilidade do Estado (Matias-Pereira, 2016). Como princípios norteadores para o modelo gerencial, destacam-se: alcance de resultados valorizados pela sociedade, promoção de accountability e transparência nas ações do Estado, aumento da qualidade percebida para os serviços públicos prestados direta ou indiretamente pelo Estado, promoção de concorrência para serviços públicos, com oferta de escolha para os usuários, foco em promoção de resultados, visão do cidadão como cliente para os serviços públicos, combate à corrupção e ao nepotismo, adoção de indicadores de desempenho como mecanismos de controle e flexibilização das relações de trabalho na administração pública.

Técnico Judiciário - TRF5 - Ano: 2012 - Banca: FCC - Disciplina: Administração Pública - Assunto: Administração Pública - Tradicionalmente, líderes da gestão pública são considerados lentos para inovar, devido à ênfase dada aos procedimentos estabelecidos e ao fato de se aterem a modos burocráticos de atuação. Isso não significa que sempre seja assim. Líderes da gestão pública podem se preocupar com os usuários, podem estar informados tanto sobre as novas tecnologias como sobre as possibilidades de melhoria de performance. (Adaptado de Ivan Beck Ckagnazaroff, http://unpan1.un.org/intradoc/groups/public/documents/CLAD/clad0043315.pdf) Considerando o que está transcrito acima, redija um texto dissertativo-argumentativo sobre o seguinte tema: Gestão pública, burocracia e inovação 


Analista - Concurso: FUB - Ano: 2013 - Banca: CESPE - Disciplina: Administração Pública - Assunto: Administração Pública - A atividade administrativa deve ser exercida com presteza, perfeição e rendimento funcional, tendo por objetivo atingir resultados práticos e atender ao interesse público. Contudo, ao longo dos últimos anos, vem aumentando o número de reclamações acerca dos problemas na prestação dos serviços públicos, além dos relatos de atos ilícitos de naturezas diversas, fatos que levam ao questionamento da eficiência da administração pública no Brasil. Considerando que o fragmento de texto acima tem caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca da eficiência na administração pública brasileira. Ao elaborar seu texto, responda, necessariamente de modo justificado, aos seguintes questionamentos. 1- Que critérios legais e morais devem ser adotados para garantir a correta utilização dos recursos públicos? [valor = 12,00 pontos] 2- Que medidas contribuem para o aumento da eficiência na administração pública? [valor = 7,00 pontos]
 
- Resposta: O candidato deve redigir texto dissertativo acerca do tema eficiência na administração pública brasileira, atendendo às determinações expressas na prova. Quesito 1 – critérios legais e morais para garantir a correta utilização dos recursos públicos É fundamental que o candidato focalize seu texto no aspecto da eficiência da administração pública brasileira, considerando que a eficiência pode ser medida por meio dos resultados, da produtividade e dos custos, ou seja, trata-se da adequação dos fins aos meios. É importante que se ressalte que a Constituição Federal, em seu art. 37, caput, expressamente dispõe que a administração pública, em sua atuação, está sujeita a observar o princípio da legalidade em suas atividades. Isso significa que, na administração pública, é lícito fazer apenas o que a lei determina. Dessa forma, espera-se que o candidato relate que a adoção dos critérios legais e morais necessários para a correta utilização dos recursos públicos passa por imparcialidade, responsabilização, qualidade dos serviços que se prestam à sociedade, consciência do zelo pelo patrimônio público, legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, executando-se assim uma gestão transparente, participativa, eficaz, sem disfunções da burocracia, primando pela qualidade e evitando desperdícios. Quesito 2 – medidas que contribuem para o aumento da eficiência na administração pública É desejado que o candidato aborde que a administração pública brasileira demanda uma gestão eficiente, com a prestação de serviços de qualidade à sociedade, colocando o interesse público acima dos interesses particulares. Nesse ponto, é importante destacar que a eficiência no uso dos recursos públicos é cada vez mais uma exigência da sociedade. Espera-se que o candidato relate que o aumento da eficiência da administração pública passa pela identificação das necessidades da população, definição correta dos objetivos e metas, definição de prioridades, implantação das modernas técnicas de gestão, bom uso da receita arrecadada, bem como capacitação técnica e reestruturação do sistema de controle interno, entre outros aspectos.

 
Concurso: TJRR- Tribunal de Justiça do Estado de Roraima - Ano: 2012 - Banca: CESPE - Redija um texto dissertativo acerca dos três principais modelos de administração pública vigentes no país desde o século passado. Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, as principais características dos seguintes modelos: 1- patrimonialista; 2- burocrático; 3- gerencial. 

Analistas - Concurso: Tribunal Regional Eleitoral-ES - Ano: 2011 - Banca: CESPE - Disciplina: Administração Pública - Assunto: Administração Pública - Em 1995, surgiu nova oportunidade para a reforma do Estado brasileiro, em geral, e do aparelho do Estado e do seu pessoal, em particular. Essa reforma teve como objetivos, a curto prazo, facilitar o ajuste fiscal, particularmente nos estados e municípios, onde existia claro problema de excesso de quadros, e, a médio prazo, tornar mais eficiente e moderna a administração pública, cujo foco deveria passar a ser o atendimento dos cidadãos. A modernização ou o aumento da eficiência da administração pública deveria ser o resultado, a médio prazo, de complexo projeto de reforma, por meio do qual se buscou, a um só tempo, fortalecer a administração pública direta, ou o núcleo estratégico do Estado, e descentralizar a administração pública, com a implantação de agências autônomas e de organizações sociais controladas por contratos de gestão. Em outras palavras, a proposta foi de, ao mesmo tempo, fortalecer a competência administrativa do Estado e a autonomia das agências e das organizações sociais. O elo entre os dois sistemas seria, então, o contrato de gestão, que o núcleo estratégico deveria aprender a definir e controlar, e as agências e organizações sociais, a executar. Luiz Carlos Bresser Pereira. Da administração pública burocrática à gerencial. In: Revista do Serviço Público, vol. 47, n.º. 1 (com adaptações). Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema: O  IMPACTO DA REFORMA DO ESTADO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA - Em seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos: 1- propriedade estatal e patrimônio público; 2- modelos de gestão mais adequados à nova realidade administrativa; 3- eficácia das mudanças implementadas. 
Veja também