Discursivas de Administração Geral para Concursos Públicos

R$ 59,90
R$ 49,90
ou 3 x R$ 16,63
. Comprar  
306 Questões de provas discursivas de ADMINISTRAÇÃO GERAL – inclui 118 questões acompanhadas do espelho de resposta oficial da banca examinadora.
 
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO DE NOVAS QUESTÕES: OUTUBRO DE 2019
 
E-Book em PDF – É permitida a impressão.

Excelente material para consultar o histórico de provas discursivas anteriores da área, analisar os assuntos mais cobrados, nível de dificuldade das questões, formato das questões, padrões das bancas examinadoras, etc...
 
GRÁTIS - Atualizações de questões novas por 01 ano da data da compra.
 
O envio é feito por e-mail - 02 dias úteis (cartão de crédito ou débito) ou 03 dias úteis (boleto bancário).
 
Meios de Pagamento: PAGSEGURO ou PAYPAL – cartão de crédito, cartão de débito ou boleto bancário.
 
ATENÇÃO ! – Não são todas questões discursivas que acompanham o espelho de resposta da banca examinadora, somente aquelas que a banca disponibilizou, o que não ocorre em todos concursos. Caso tenha provas ou espelhos que não constam em nosso banco de dados, entre em contato que compramos e trocamos.
 
Dúvidas – questoesdiscursivas@gmail.com
 
Exemplos de questões discursivas:

Administrador - INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA - Ano: 2018 - Banca: IBADE - Administração Geral - Administração Geral - Redija um texto, utilizando, no máximo, 20 linhas sobre o que vem ser a Gestão pela Qualidade Total (TQM – Total Quality Management), caracterizando seus aspectos constitutivos.
 
- Resposta: A TQM é uma filosofia gerencial, ou seja, uma forma particular de enxergar uma instituição, para que ela serve e como administrá-la. Trata-se de uma filosofia integrada de gerência e um conjunto de práticas que enfatiza a melhoria contínua, a busca pelo atendimento das necessidades do cliente, o pensamento de longo prazo, a eliminação do refugo e do retrabalho, o envolvimento do trabalhador, o trabalho em equipe, a busca de novos projetos de processo, o benchmarking (busca e adoção das melhores práticas), análise e solução de problemas pelos empregados, a existência de indicadores de desempenho e um relacionamento mais próximo com os fornecedores. Há que se ter um envolvimento da liderança no processo de TQM para o seu êxito, bem como treinamento, mentalidade de zero defeito, aumento do poder de decisão dos empregados, flexibilidade na produção no caso de manufaturas, ênfase no cliente e uma perspectiva de organização mais aberta. Referências Bibliográficas: 1. CORREIA, Henrique L. & CORREA, Carlos A. Administração de Produção e Operações. – São Paulo: Atlas, 2008. 2. MOREIRA, Daniel Augusto. Administração de Produção e Operações. – São Paulo: Cengage Learning, 2008. 3. SLACK, Nigel. Administração da Produção. – São Paulo: Atlas, 2002.

Analista Judiciário - TRE-TO - Ano: 2017 - Banca: CESPE - Disciplina:  Administração Geral - Assunto: Administração Geral - Redija um texto dissertativo acerca das propriedades da gestão de processos na administração pública, considerando a utilidade dessa técnica para a melhoria dos indicadores de qualidade dos serviços. Em seu texto, atenda ao que se pede a seguir. 1 Descreva os dois tipos de processos — primários e de apoio — e o modo como se dão na administração pública. [valor: 3,00 pontos] 2 Discorra sobre como se manifesta a hierarquia típica da gestão de processos no caso da emissão de certidão negativa de débitos para um cidadão pela secretaria de fazenda de seu estado, citando, pelo menos, quatro procedimentos e seus respectivos níveis na referida hierarquia. [valor: 3,00 pontos] 3 Discorra sobre as boas práticas da gestão de processos em relação a documentos, desempenho, terminologia na redação, parâmetros de desempenho e adaptação à estrutura organizacional. [valor: 3,50 pontos] 
 
- Resposta: A gestão por processos distingue entre dois tipos básicos de processos: processos primários e de apoio. Os processos primários são aqueles ligados diretamente às funções básicas da organização (produzir, oferecer produtos ou serviços e atender) e que envolvem diretamente os clientes ou, no caso da administração pública, os cidadãos. Os processos de apoio ou secundários, por sua vez, são aqueles acessórios à atividade primária da organização, mas que dão suporte à sua atividade-fim. No caso da administração pública, são processos secundários o processamento de folhas de pagamento e a contratação de servidores, por exemplo. Quanto à hierarquia típica da gestão de processos, é comum trabalhar com macroprocessos, que consistem em processos de grande escopo e que envolvem mais de uma função da organização; processos, que são atividades sequenciais de entrada e saídas; atividades, que consistem em ações internas em um mesmo processo; e tarefas, que são o subcomponente das atividades. Um exemplo contextualizado à administração pública na emissão de certidão negativa de débitos para um cidadão pode envolver os seguintes elementos e níveis: 1) um macroprocesso: levantamento de débitos do cidadão junto à secretaria da fazenda; 2) um processo: acesso ao sistema da secretaria da fazenda e checagem, nos últimos doze meses, de débitos relativos ao CPF do cidadão; 3) uma atividade: emissão de nada-consta em relação aos débitos dos últimos doze meses associados ao CPF do cidadão; 4) uma tarefa: impressão e validação da certidão negativa de débitos para o cidadão solicitante. No tocante às boas práticas para a gestão de processos, sabe-se que, em relação aos documentos, é requisito que o processo considere, sempre, os documentos mais atualizados e formalizados. Em relação ao desempenho, a gestão de processos deve trabalhar com a premissa de construção, monitoramento e adoção de indicadores de desempenho, que devem evitar ambiguidades, permitir comparabilidade organizacional e, sobretudo, ser de fácil entendimento. Em gestão de processos, a terminologia deve ser padronizada entre todos os interessados — o que é chamado de tarefa deve receber a mesma nomenclatura por parte de todos os envolvidos, por exemplo. Quanto aos parâmetros de desempenho para um processo, recomenda-se prever, desde o início, quais são os fatores admitidos como “fatores críticos de sucesso” capazes de garantir eficácia e eficiência ao processo. Esses parâmetros embasam, em geral, a construção dos indicadores de desempenho. Por fim, quanto à adaptação à estrutura organizacional, recomenda-se que um processo priorize o seu fluxo interno de atividades e tarefas, independentemente da estrutura organizacional vigente (“desvinculação com a estrutura organizacional ou hierárquica”, conforme defendem Kanaane, Fiel Filho e Ferreira, 2010, p. 141). Essa estratégia visa priorizar o fluxo do processo e das atividades, de modo a evitar que as barreiras organizacionais prejudiquem seu andamento.


Tribunais de Contas - TCE-PR - Ano: 2016 - Banca: CESPE - Disciplina: Administração Geral - Assunto: Administração Geral - A comunicação organizacional refere-se ao intercâmbio da informação entre os servidores de uma organização. Embora o processo de comunicação organizacional esteja sujeito a eventuais contratempos, é fundamental que ele seja estabelecido de modo a contribuir para que a organização alcance seus objetivos. Para tanto, é necessário que o administrador tenha conhecimentos a respeito desse processo. Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador, redija, de maneira sucinta, um texto dissertativo a respeito do processo de comunicação organizacional, abordando os canais formais e informais de comunicação. Ao elaborar seu texto, faça o que se pede a seguir: 1- Defina canais de comunicação. [valor: 0,75 ponto] 2- Enumere os tipos de canais formais. [valor: 1,00 ponto] 3- Descreva cada tipo de canal formal. [valor: 2,00 pontos] 4- Defina canais informais de comunicação. [valor: 1,00 ponto] (15 linhas)
 
- Resposta: Os canais de comunicação são os meios utilizados para transmitir a mensagem do emissor ao receptor. Existem três tipos de canais formais: as comunicações descendentes ou verticais, as ascendentes e as horizontais ou laterais. As comunicações descendentes referem-se às mensagens e informações enviadas dos administradores para os subordinados. É um tipo de comunicação vertical cuja finalidade é impulsionar o trabalho conjunto e encontrar soluções para os problemas e necessidades da organização. As comunicações ascendentes são transmitidas dos níveis menores para os níveis mais elevados da hierarquia organizacional. Geralmente tratam de problemas, exceções, sugestões para melhorias, relatórios de desempenho, greves, reclamações, informações contábeis e financeiras. As comunicações horizontais são disseminadas entre pares ou colegas, de maneira lateral ou diagonal. Ocorrem dentro ou ao longo das unidades e departamentos e têm o propósito de informar e solicitar atividades de suporte e coordenação. Os canais informais de comunicação funcionam de maneira independente dos canais formalmente autorizados e nem sempre seguem uma hierarquia de autoridade. As comunicações informais coexistem com as formais e podem ultrapassar níveis hierárquicos e quebrar cadeias de comando para conectar qualquer pessoa dentro da organização.


Tribunais de Contas - Concurso: TCE-GO - Ano: 2014 - Banca: FCC - Disciplina: Administração Geral - Assunto: Administração Geral - Dentre as perspectivas de BSC estabelecidas no plano estratégico 2014- 2020  de determinada instituição pública com está o objetivo: “aprimorar e padronizar os processos finalísticos e os instrumentos de controle e, com o objetivo de aumentar a produtividade e qualidade dos trabalhos apresentados." Um dos indicadores utilizados no monitoramento deste objetivo é o Percentual de instruções processuais elaboradas em que houve retrabalho. Elabore um parecer técnico , para a instituição citada , sobre as características da ferramenta SWOT e demonstre 5 forças de 5 fraquezas. Elabore uma resposta definitiva em até 30 linhas.
 
 - Resposta: CARACTERÍSTICAS DOSWOT - análise de swot é uma ferramenta de análise organizacional, que identifica pontos fortes e fracos no ambiente interno e ameaças e oportunidades frente ao ambiente externo. O diagnóstico organizacional permite que sejam traçadas estratégicas para que a organização mantenha-se competitiva.  a questão apresenta uma organização pública que possui planejamento estratégico, usa BSC e tem um objetivo de melhorar a produtividade e qualidade dos processos finalísticos. Diante disso, as possíveis fraquezas e seriam: FRAQUEZAS (PONTOS FRACOS): a- modelo de gestão e estrutura organizacional: estruturas funcionais com excesso de níveis hierárquicos; audiência de gestão por processos; falta de regras, métodos e procedimentos ineficientes; ineficiência de controles (indicadores, cronogramas). b- infraestrutura e sistemas informação: instalações inadequadas em equipamentos de informática ausentes ou obsoletos, materiais insuficientes, entre outros. c- cultura e clima organizacional: ausência de inovação, resistência às mudanças, conflitos entre departamentos, entre outros. d- atuação dos gestores: comunicação ineficaz, falta de características de liderança, ausência de comprometimento com os resultados, ausência de delegação, falta do uso do planejamento, má gestão dos recursos, falta do uso adequado da avaliação de desempenho e feedback, entre outros. e- aspectos relacionados ao pessoal: despreparo, falta ou ineficiência de treinamentos, absenteísmo, conflitos e não trabalho em equipe, desmotivação, entre outros. f- restrições ou incapacidade orçamentária: para a realização das mudanças necessárias. FORÇAS (PONTOS FORTES): a- modelos de gestão estrutura organizacional: cultura voltada a planejamento e resultados, definição, padronização e processos eficientes, governança, uso de controles e indicadores de gestão eficiente, sistema de gerenciamento de desempenhos, excelência na prestação de serviços, estrutura organizacional horizontalizada/ gestão participativa, alinhamento estratégico, cumprimento de prazos, capacidade de inovação, excelência e uso das ferramentas da qualidade, alta produtividade. b-  Infraestrutura e sistema informação: infraestrutura adequada, visão sistemática, inovação tecnológica, equipamentos modernos, uso de sistema integrado de gestão. c- cultura e clima organizacional: clima organizacional favorável às mudanças, comunicação interna/ práticas de disseminação dos objetivos e metas, servidores abertos a mudança, sinergia. d- atuação dos gestores: comprometimento com planejamento estratégico e seus resultados, boa gestão de recursos, boa comunicação, capacidade de liderança. e- aspectos relacionados ao pessoal: equipe capacitada e motivada, investimento em programas de qualificação e desenvolvimento de pessoas/plano de carreira. f- restrições ou incapacidade orçamentária: capacidade orçamentária. PONTOS NEUTROS; FALTA DE CLAREZA NA DESCRIÇÃO DOS PONTOS FORTES E FRACOS SOLICITADOS; DESCRIÇÃO DE PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS DA FERRAMENTA SWOT: citação dos itens constantes no enunciado da questão (baixa produtividade, retrabalho, baixa qualidade, ausência de padrão nos processos finalísticos, uso de BSC); possibilidades de novas contratações/concurso público , equipe reduzida , excesso de trabalho , influências políticas  , improbidade administrativa (atos de corrupção , entre outros); ouvidoria ineficaz , amparo legal , paradas de trabalho prolongadas (recesso , greve); insatisfação dos clientes/usuários (entrega fora do prazo acordado , ausência de feedback) ausência de diversidades ou obsolescência de produtos , falta de parcerias duradouras , jornada de trabalho e ausência de benefícios, posicionamento geográfico , imagem institucional tamanho da empresa , programas sociais e ambientais , proximidade da instituição pública com o cidadão , nova sede administrativa , tumover , reestruturação de cargos , remuneração

Tribunais de Contas - Concurso: TCE/GO - Ano: 2013 - Banca: FCC - Disciplina: Administração Geral - Assunto: Administração Geral - Discorra sobre o processo de comunicação dentro de uma organização e as principais barreiras que podem surgir neste processo.
 
- Resposta: Uma organização pode ser entendida como uma série de grandes redes de comunicação que se interpenetram. O processo de comunicação dentro de uma organização envolve pelo menos um emissor e um receptor. Entre eles se interpõem mais quatro componentes: a transmissão, o canal, a recepção e o ruído. O processo de comunicação está sempre exposto a bloqueios e distorções devido a barreiras que se interpõem entre os emissores e os receptores. As barreiras fazem com que as mensagens enviadas e a mensagem recebida e interpretada sejam diferentes entre si. As principais barreiras à comunicação podem estar na fonte, no transmissor ou no receptor. No primeiro, as causas podem ser a falta de clareza na codificação da mensagem, a existência de significados diversos na mensagem ou uma mensagem não desejada. No segundo, o problema pode estar na existência de muitos intermediários que acabam por distorcer a mensagem, na sobrecarga dos canais de comunicação ou em prioridades conflitantes no processo de comunicação. No terceiro, o problema pode residir na falta de atenção ou de interesse do receptor, numa variação apressada, pouco cuidadosa ou distorcida da mensagem ou na preocupação exclusiva do receptor com os próprios pontos de vista.

Analista - Concurso: Casa de Rui Barbosa - Ano: 2013 - Banca: AOCP - Disciplina: ADMINISTRAÇÃO GERAL - Assunto: Administração Geral - Discorra sobre o planejamento em relação aos três níveis da administração.
 
 - Resposta: Os três níveis da administração são: alta gerência, superior ou cúpula; intermediário ou gerência intermediária; e base, operacional ou gerência de linha. Para o nível superior, a gerência está preocupada com o planejamento estratégico que tem impacto significativo na organização como um todo e que implica a alocação de um volume maior de recursos em um horizonte de tempo longo. No nível intermediário, os dirigentes realizam o planejamento tático procurando delinear as formas de realização dos objetivos estratégicos traçados pela cúpula. No nível base ou operacional, os responsáveis voltam sua atenção para a implementação do plano estratégico em etapas conforme definido no planejamento tático. Desta forma, fica evidente que no nível estratégico os problemas considerados são complexos, a administração lida com a incerteza e não há uma estruturação precisa. No nível intermediário, quando os grandes objetivos formulados pela alta cúpula são segmentados em objetivos e metas menores e de prazo menos longo, os problemas deixam de ser tão complexos, havendo a possibilidade de se trabalhar com um maior grau de certeza. Finalmente, no nível operacional as tarefas são mais simples, certas e estruturadas, com dimensão temporal de curto prazo e, portanto, as atividades acontecem de forma concreta.

Analista - Concurso: Ministério Público do Estado do Paraná - Ano: 2014 - Banca: ESSP - Disciplina: Administração Geral - Assunto: Administração Geral - Conceitue meta, missão e objetivo, relacionados ao ambiente empresarial de acordo com os conceitos administrativos.
 
- Resposta: Meta: objetivo quantificado, que define prazos, volumes, valores e responsabilidades. Um dos conceitos centrais da administração. Goal. Missão: é o objetivo conceitual, que define o propósito ou negócio de uma organização. Sua razão de ser. Objetivo: é o resultado esperado, ou finalidade que as organizações ou sistemas procuram atingir, por meio do emprego dos recursos. Um dos conceitos mais importantes da administração.


 Concurso: INPI - Instituto Nacional de Propriedade Intelectual - Ano: 2009 - Banca: NCE-UFRJ - Após a conhecida Organização e Métodos os estudos organizacionais conheceram a Organização, Sistemas e Métodos que chegou com alterações ditadas pelos novos tempos. E outras técnicas, outras ferramentas surgiram. Apresentar quatro dessas técnicas e destacar onde cada uma dessas técnicas pode contribuir para a excelência organizacional, no que tange à melhor motivação do corpo funcional. 

 Concurso: Agência Nacional do Petroleo - ANP - Ano: 2012 - Banca: CESPE- O setor público, diferentemente do privado, não visa lucro, pois não há um mercado a ser buscado. O que se pretende é alcançar a satisfação das necessidades dos cidadãos que é atendida ofertando-se bens e serviços de qualidade. Uma das diretrizes da Política da Qualidade de Produtos da Agência Nacional do Petróleo é proteger os interesses da sociedade, tendo em mente a qualidade de vida e as questões ambientais na especificação da qualidade dos produtos. Considerando que o texto acima tem caráter motivador, apresente, de forma justificada, uma proposta de solução para uma organização pública que tem dificuldades na prestação de serviços ao cidadão. Ao elaborar sua proposta, aborde necessariamente os seguintes aspectos: 1- uso de ferramentas de gestão da qualidade; 2- princípios e regras que regem a proposta apresentada. 

 Concurso: IBRAM-DF - Ano: 2010 - Banca: FUNCAB -Compare os modelos organizacionais diante da evolução da Administração Pública no Brasil e no cenário de mudanças mundiais: modelo burocrático, gerencialismo, governança pública. 
Veja também