Questões de Provas Discursivas da IDECAN

R$ 59,90
R$ 49,90
ou 3 x R$ 16,63
. Comprar  
37 Questões de provas discursivas da banca IDECAN – inclui 33 questões acompanhadas do espelho de resposta oficial da banca examinadora.
 
ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO EM MARÇO DE 2017
 
E-Book em PDF – É permitida a impressão.
 
GRÁTIS - Atualizações de questões novas por 01 ano da data da compra.
 
O envio é feito por e-mail - 01 dia útl (cartão de crédito ou débito) ou 02 dias úteis (boleto bancário).
 
Meios de Pagamento: PAGSEGURO ou PAYPAL – cartão de crédito, cartão de débito ou boleto bancário.
 
ATENÇÃO ! – Não são todas questões discursivas que acompanham o espelho de resposta da banca examinadora, somente aquelas que a banca disponibilizou, o que não ocorre em todos concursos. Caso tenha provas ou espelhos que não constam em nosso banco de dados, entre em contato que compramos e trocamos.

 
Dúvidas – questoesdiscursivas@gmail.com
 
Exemplos de questões discursivas:


Analista - COMISSÃO NACIONAL DE ENERGIA NUCLEAR – CNEN - Ano: 2014 - Banca: IDECAN - Direito Administrativo - Concurso Público - Disserte sobre a relação do concurso público com os princípios da igualdade, moralidade administrativa e competição. Escreva sobre as hipóteses de preenchimento de cargos públicos sem realização de concurso.
 
- Resposta: Relação do concurso público com os princípios da igualdade, moralidade administrativa e competição: Princípio da igualdade: consubstancia-se pelo fato de permitir a todos os interessados em ingressar no serviço público disputem as vagas com iguais condições. A ampla acessibilidade ao serviço público por todos que preencham os requisitos estabelecidos, traduz-se na concreção do princípio da igualdade. Princípio da moralidade administrativa: caracteriza-se como uma vedação a favorecimentos e perseguições pessoais. A possibilidade de acesso a todos, como regra obrigatória para Administração Pública, impede que haja postergação ou desobediência por parte dos gestores em seu cumprimento, excluindo-se os apadrinhamentos, benefícios individuais e favorecimentos pessoais. Princípio da competição: transmite a ideia de certame, colocando, de acordo com sua respectiva classificação, as condições para se ingressar no serviço público. Os interessados são avaliados a partir de critérios objetivos. Hipóteses de preenchimento de cargos públicos sem realização de concurso: Primeira possibilidade: relacionada ao preenchimento aos chamados cargos de confiança, marcados pelo exercício das atribuições de direção, chefia e assessoramento. Ressalta-se que, mesmo nesses casos, a lei deve fixar um percentual mínimo de cargos a serem ocupados por servidores de carreira. Segunda situação: vinculada ao atendimento de “contingências excepcionais”, que visam atender a eventualidades, a situações imprevistas e emergenciais, que devem ser socorridas de imediato, de modo que apresenta, pela necessidade temporária, excepcional interesse público. Fontes: CARVALHO FILHO, José dos Santos. Manual de Direito Administrativo. 16. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2006. GASPARINI, Diógenes. Direito Administrativo. 9. ed. São Paulo: Saraiva, 2004. MEIRELLES, Hely Lopes. Direito Administrativo Brasileiro. 30. ed. São Paulo: Malheiros, 2005. TÁBUA DE CORREÇÃO – 70 pontos - Pertinência da exposição relativa ao tema, a ordem de desenvolvimento proposto e ao conteúdo programático proposto. Valor: 30 pontos - Concurso público e o princípio da igualdade. Valor: 6 pontos Concurso público e o princípio da moralidade administrativa. Valor: 6 pontos - Concurso público e o princípio da competição. Valor: 6 pontos - Obrigatoriedade de concurso – primeira exceção. Valor: 6 pontos - Obrigatoriedade de concurso – segunda exceção. Valor: 6 pontos - Relação lógica entre as ideias, objetividade, ordenação e clareza. Valor: 40 pontos - Relação lógica entre as ideias. Valor: 15 pontos - Objetividade. Valor: 10 pontos - Ordenação e clareza. Valor: 15 pontos.
Veja também